Roda da Vida – Adeus Ano Velho, Feliz Ano Novo

Roda da Vida – Adeus Ano Velho, Feliz Ano Novo

COMO ATINGIR AS METAS DE FIM DE ANO – Parte 1

“Grandes líderes mudam de estilo para levantar a autoestima de suas equipes. Se as pessoas acreditam nelas mesmas, é impressionante o que elas conseguem realizar.”
Sam Walton

 

…E ao ano já está acabando!!! Quantas promessas feitas de 31 de dezembro de 2016 a 1 de janeiro de 2017 você conseguiu realizar? Quantos sonhos foram realizados ou iniciados? Não conseguiu cumprir nenhuma? Não iniciou nada que prometeu a você e que tornaria o ano de 2017 diferente? Se a resposta for sim creio que faltou a aplicação dos instrumentos corretos para isso.

Que tal fazer diferente para que em 2018 você consiga realizar os seus sonhos?

Vamos lá, primeiro, para que você possa realizar algo é necessário anotar, colocar no papel para que o compromisso fique lá registrado para as consultas constantes. Para começar é necessário fazer um diagnóstico, uma análise, de como está a sua vida, quais os pontos que precisam melhorar. Um bom instrumento para isso se chama a Roda da Vida, conforme figura abaixo:

 

A Roda da Vida permite que você possa analisar como anda sua vida em diversas áreas da vida quer seja desenvolvimento pessoal, abordando aspectos de autoestima e saúde e bem estar; profissional/financeiro que abrange aspectos como patrimônio e carreira; Lazer e Aventura que analisa aspectos relativos ao repouso ou descanso e diversão ou lazer; relacional que aborda a qualidade de vida familiar e relacionamento a dois, caso você possua ou, se não for essa sua opção de momento, você pode simplesmente analisar a relação com os amigos; e, também a vida espiritual/contribuição que engloba a conexão com outros pela ótica espiritual ou olha da consciência que o eu o outro somos um só e, por isso temos uma relação baseada em uma profunda ligação de respeito e busca de harmonia e conexão/transcendência que trata do equilíbrio superior através da observação de si mesmo e a busca da espiritualidade e paz e equilíbrio interior.

A partir do conhecimento dessas áreas e subáreas da nossas vidas passamos para graduação e análise das mesmas. Dentro de cada subárea você deve graduar com traços ou faixas de 0 a 10 debaixo para cima e, marque de acordo com o grau de sua avaliação, por exemplo, no aspecto Desenvolvimento Pessoal, na subárea autoestima, avalie de 1 a 10 como anda a mesma, ou a valorização que você tem por si mesmo conforme figura abaixo:

Nesse exemplo a pessoa acha que, em uma escala de 0 a 10, sua auto estima está entre 0 e 6. A partir daí fazer o mesmo para outras áreas e subáreas.

Quando finalizar verifique quais as áreas da sua vida estão menos trabalhadas ou necessitando de correções e melhorias. A partir daí, trace um plano com ações especificas que façam você evoluir e melhorar nas áreas mais críticas conforme modelo que pode ser encontrado no artigo Objetivos, Metas e a Realização das Promessas de Fim de Ano.

E então, vamos praticar?

Êxito!!!!

 

Amândio Barbosa

Ser humano, casado, pai de dois filhos, Coach, professor universitário, palestrante e consultor empresarial, Economista e Administrador.
Tem como Missão, “Ser um ser humano mais completo e colaborativo, ajudando as pessoas a atingirem o seu potencial máximo através do senso de contribuição, maior satisfação e felicidade para assim, ajudar na construção de um mundo melhor.”

Facebook: https://www.facebook.com/amandiobarbosa
Instagram: @amandiobarbosa