Gabriel Medina é campeão em Portugal

Gabriel Medina é campeão em Portugal

Medina vira no último minuto, é campeão em Portugal e lutará pelo bi mundial no Havaí
ESPN.com.br
Publicado em 25/10/2017, 09:12

 

Gabriel Medina lutará pelo bicampeonato do Mundial de surfe na última etapa do ano, em Pipeline, no Havaí. Nesta quarta-feira, o brasileiro teve um dia perfeito em Peniche, em Portugal, conquistando o título do campeonato e vendo o atual líder do ranking, John John Florence, cair nas quartas de final.

Com os resultados, Medina assumiu a segunda colocação geral do Mundial, tornando-se a principal ameaça ao título de John John, que também luta por sua segunda conquista e tinha a chance de sagrar-se campeão já em Portugal – feito impedido pela derrota nesta quarta, para Kolohe Andino.

John John caiu em Peniche logo na segunda bateria do dia, sem conseguir achar sequer uma boa onda contra Andino. Medina, então, fez seu papel nas quartas de final, vencendo o tricampeão mundial Mick Fanning, com soma de 11,33 nas notas (6 + 5,33) contra apenas 3,17 (2 + 1,17) do australiano.

 

Vídeo Twitter da WSL: https://twitter.com/wsl/status/923144918616309760

 

Para assumir a vice-liderança do Mundial, Medina precisava, ao menos, chegar à final na penúltima etapa da temporada e o fez com vitória sobre o norte-americano Kanoa Igarashi. O brasileiro conseguiu duas notas superiores a 5 (5,83 e 5,27) e triunfou conta soma de 6,24 (4,57 + 1,67) do rival.

Na decisão, o adversário foi o australiano Julian Wilson, que subiu para a quarta colocação geral do Mundial com o resultado em Portugal. Medina levou a melhor graças aos 6,93 pontos que conseguiu já no minuto final da bateria, quando precisava de 5,28 para desbancar a soma de 10,94 do rival.

Para aumentar a emoção, Wilson ainda pegou um tubo e criou expectativa para uma nova virada. O australiano, porém, precisava de 6,34 e não conseguiu. No fim, 13,26 (6,93 + 6,33) a 10,94 (6,27 + 4,67) nas somas para Medina.

Foi o segundo título de etapa consecutivo do primeiro brasileiro a ser campeão mundial de surfe, depois de ter conquistado também a taça em Hossegor, na França. Medina se recupera, assim, de um início ruim de temporada, com quedas precoces em diversos campeonatos no início do ano.

Já considerando um descarte (no Mundial de surfe, as duas piores notas dos surfistas são desprezadas), Medina chegará ao Havaí com 3.100 pontos de desvantagem para John John. Além dos dois, o sul-africano Jordy Smith e o Wilson também terão chances de serem campeões em Pipeline.

Uma combinação possível para o título mundial para Medina, por exemplo, é ser campeão na última etapa do ano e John John não ir além da semifinal. Já se for vice em Pipeline, o brasileiro torce para que o havaiano seja eliminado até a quinta rodada.

 

Foto:  WSL / Divulgação

Fonte: http://espn.uol.com.br/noticia/737904_medina-vira-no-ultimo-minuto-e-campeao-em-portugal-e-lutara-pelo-bi-mundial-no-havai