Descobrindo seu propósito e optando por uma vida feliz

Descobrindo seu propósito e optando por uma vida feliz

“Essa é a verdadeira alegria na vida, ser útil a um objetivo que você reconhece como grande”
George Bernard Shaw

 

Qual o sentido da vida?

Nesse mês repete-se a campanha “setembro amarelo” cujo objetivo maior é reduzir, prevenir, o número de casos de suicídio no Brasil ou, até mesmo, onde a campanha possa atingir. Iniciada em 2014 pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), com apoio do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), a campanha aborda a tentativa e a concretização do ato de se matar como um problema de saúde pública. A quantidade de pessoas que tiram a própria vida vem crescendo ao longo dos anos em todo o Brasil e, os números do Ministério da Saúde mostram que são 32 brasileiros mortos por dia, total superior ao de vítimas da Aids e da maioria dos tipos de câncer.

 

Quais são os motivos que levam as pessoas as tirarem a própria vida?

De acordo com a opinião de especialista, por trás do comportamento suicida há uma combinação de fatores biológicos, emocionais, socioculturais, filosóficos e até religiosos que, misturados acabam gerando bastante confusão, culminando em uma manifestação exagerada e danosa contra si mesmo. Esses motivos, normalmente causam na pessoa, além de um estado de solidão, a dificuldade para lidar com os problemas independente do tamanho e profundidade que os mesmos possuem.

Quanto ao vazio existencial e ao processo de depressão que o mesmo causa, já abordado nos artigos Depressão, relacionamento e construção de uma sociedade melhor e, O Sucesso, o fracasso e as doenças da alma, fica evidenciado que na busca de um propósito, uma missão, uma contribuição para deixar na vida das pessoas e na humanidade como um todo, torna a própria vida menos vazia. A construção de relações com base na colaboração e solidariedade, no sentido de ser útil, faz com que a vida adquira um novo significado onde os motivos para viver se multiplicam.

Está mais que comprovado que ter um sentido, um motivo para viver, que não seja só construído na ânsia de adquirir mais objetos, coisas materiais e nas expectativas dos outros, mas sim, no processo de auto-aceitação e conhecimento de si mesmo, torna as pessoas mais felizes. Se aceitar e buscar construir valores que irão nortear as relações com qualidade, bem como buscar ser feliz com que se tem e com quem se é, buscando sempre se aprimorar para se tornar um pessoa melhor é, sem dúvida alguma, o melhor remédio para a depressão e para prevenção do suicídio. Pense nisso!!!

 

Imagem: Divulgação CVV

 

Amândio Barbosa
Ser humano, casado, pai de dois fillhos, Coach, professor universitário, palestrante e consultor empresarial, Economista e Administrador.
Tem como Missão, “Ser um ser humano mais completo e colaborativo, ajudando as pessoas a atingirem o seu potencial máximo através do senso de contribuição, maior satisfação e felicidade para assim, ajudar na construção de um mundo melhor.”

Facebook: https://www.facebook.com/amandiobarbosa
Instagram: @amandiobarbosa